quarta-feira, 7 de julho de 2010

Amigos



Amigos, é tão bom ter amigos *-* é uma das poucas coisas que não custam nada mas vale muito.


Acho que pessoas que tem amigos são priorizadas por isso, porque quem é que não gosta de uma boa companhia pra diversão?

Quem é que não gosta de se juntar com os amigos e fazer aquela bagunça? aquela festa? ir no cinema, ou as vezes simplesmente ir na casa de uma amiga, mesmo que seja pra não fazer nada o dia inteiro, pois só de ficar do lado de alguém que nós amamos já nos satisfaz.

Eu ainda espero que muitas das minha amizades dure pra sempre sabe? Mas sei que muitas não durarão, pois cada pessoa acaba tomando um caminho diferente, e esses caminhos dificilmente se cruzam novamente, mas pra sempre essas pessoas estaram dentro de mim, pois cada pessoa que passa em nossas vidas acaba deixando uma marca dentro de nós, seja ela boa ou ruim.


Não somos nada sem um bom amigo pra nos fazer companhia, nos erguer quando necessário, nos dar aquele abraço confortável, ou até mesmo uma palavra acolhedora.


Acho que são por esses e vários outros motivos que eu necessito de um amigo, e agradeço a cada dia por eles estarem presentes em minha vida.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Solidão



"Solidão é um sentimento no qual uma pessoa sente uma profunda sensação de vazio e isolamento. A solidão é mais do que o sentimento de querer uma companhia ou querer realizar alguma atividade com outra pessoa não por que simplesmente se isola mas por que os seus sentimentos precisam de algo novo que as transforme."

Acho além de me sentir sozinha ultimamente, ando sendo consumida pela carência, sabe, essa sensação de solidão me machuca, parece que falta alguma coisa que me complete por dentro.

Há um pedaço dentro de mim que se encontra vazio, e eu não consigo encontrar nada (ou alguém) que complete isso. O que é preocupante de certa forma.

Posso estar apenas tendo mais uma das minhas crises de carência, talvez porque eu esteja amadurecendo, ou talvez porque a vida nem sempre é aquilo que eu espero dela, ou até mesmo porque eu realmente precise de alguém do meu lado sabe? Alguém que me faça companhia, alguém que me entenda, alguém que se preucupe realmente comigo, alguém que me proteja e me deixe com a certeza de que o mundo pode ser melhor.
Espero que essa sensação de carência e solidão passe logo, pois acho que ninguém gosta de se sentir assim.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

De novo, o amor.


Como se não bastasse o sofrimento da ultima vez, continuamos nos apaixonando, e nos apaixonamos mesmo correndo o risco de não sermos correspondidos, o que acontece quase sempre, então decidimos que não queremos mais sofrer por amor, e decidimos não nos apaixonar mais, porem quando você menos espera, você está lá, apaixonando-se de novo, e de novo, e de novo.

Você está disposto a amar intensamente, e cada dia sua vontade é maior, sua carência reina em você de um jeito incontrolavél, ao ponto de você se encontrar perdidamente apaixonada por um simples olhar, por uma simples palavra, e até mesmo por um simples gesto.

E depois de amar, ser amada, e deixada... volta a ser a menina indefesa que sempre foi, pronta para amar exageradamente outra vez.

domingo, 4 de julho de 2010

Caminhos



A vida é feita de escolhas e caminhos, e é você quem decide por qual caminho deve ir. Nem sempre vamos pelo melhor caminho, mas acho que são pequenos erros que nos fazem crescer e passar a tomar caminhos certos.
Na vida também temos várias fazes, e passamos por mudanças, mas será que essas mudanças são boa? será que tomamos a escolha certa de por qual caminho seguir? Será que estou certa, será que estou errada? bom, não sei, duvidas permanecem, e conforme a vida passa, essas dúvidas começam a ficar maiores. Mas o que mais me conforta é saber que sempre há uma nova chance para recomeçar, entrar em um novo caminho, em um mundo de infinitas possibilidades.
E ninguém nunca pode culpar outras pessoas por algo que não deu certo, por algo que não foi bom, pois quem escolhe seu caminho é você, você tem a opção de ir ou não ir, fazer ou não fazer, ficar ou não ficar... Nos somos os autores de nossas próprias histórias, e só cabe a nós mesmos tornar nossos finais mais felizes.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Infância




Ai que saudades da minha infância, de quando a vida era mais fácil eu não tinha que me preocupar com nada além de andar de bicicleta ou brincar de esconde-esconde.

Saudades de poder sair na rua com aquela roupa velha e se sujar brincando daquelas brincadeiras como elefantinho colorido, de se esconder em baixo do carro brincando de polia e ladrão, ai que saudades de brincar na rua *- *


Saudades de quando eu não tinha horário nem responsabilidades, a única responsabilidade que eu tinha era guardar meus brinquedos.

Saudades de sentar na frente da tv pra assistir bom dia e companhia e sitio do pica-pau amarelo comendo sereais estrelitas.

É a vida de criança era realmente mais fácil, sem contar as amizades que podíamos fazer em uma simples ida ao parquinho, que aquela criança que queria pegar seu baldinho, se tornava sua melhor amiga pra todo o sempre naquele instante, mesmo sabendo que vc nunca mais veria aquela pessoa de novo.

Saudades do tempo em que não 'amávamos' , o nosso único amor era por nossos pais, parentes, amigos, e não por aquele menino lindo da sua escola que nunca te olhou, nem nunca vai te olhar, e vc sabe disso, e sente isso.

Saudades de ser dona do meu mundo e viver naquele conto de fadas que tudo é perfeito,e nada é ridículo.

De deitar no colo da minha mãe e me sentir segura após achar que o monstro do armário queria me pegar.

De ter aquele amigo imaginário que te compreendia, quando o resto do mundo não te entendia.

Da inocência que tínhamos em tudo, sabe? aquela falta de malícia.

Saudades da certeza de que na infância não há problemas, e que nada é insuperavél.

Enfim: Saudades de ser criança

quarta-feira, 2 de junho de 2010

O que fazer no feriadão


Feriado é algo que agrada todo mundo, principalmente quando é prolongado, pois quem é que não quer passar um, dois, três dias em casa relaxando sem muitas preocupações, sem ter que acordar cedo, trabalhar, estudar, e fazer suas obrigações diária.

Amanhã, Quinta-Feira dia 3 de Junho, feriado de Corpus Christi, acho que grande parte das pessoas imendarão até domingo, certo?
É quando você se pergunta: ' ..o que fazer nesses quatro dias?' a palavra vem sempre logo seguida de um suspiro... você vai pensando no que fazer, e percebe que sua cidade não vai realizar nenhum evento digno de sua atenção, que metade dos seus amigos vão viajar e você vai ficar em casa.

Então qtal chamar aqueles seus amigos mais próximos que não foram viajar e fazer uma sessão cinema na sua casa? Aluga um ou dois filmes ( não mais que isso, pois se não se tornara cansativo) fazer aquela pipoquinha básica, porque pipoca é o que não pode faltar ? Pega um ou dois cobertores que caibam todo mundo em baixo e sentar na frente da tv. Ou quem sabe até tirar aqueles jogos velhos de tabuleiro do armário que você já aposentou há anos e joga-los, pode ser um bom divertimento, pois enquanto você joga com seus amigos vai colocando o assunto em dia.
.
Você também pode fazer aquela festinha do pijama sabe? Mas é claro, sem meninos, huahau. Pode até parecer uma coisa infantil, porém se torna super divertido passar a noite com suas amigas falando muita besteira e rindo muito, e quem é que não gosta disso?
.
Mas há também outras soluções, você pode reunir a galera e ir ver um filminho no cinema, sair pra barzinhos, pra um parque, pro club, pra balada, ou até mesmo ir naquela quermesse perto da sua casa, afinal, estamos em época de quermesse. Qualquer lugar é válido, menos ficar trancafiada em casa sozinha no tédio.
.
Bom, essas foram minhas dicas para um feriado longe do tédio.